Configurações de postagens populares

Polícia

Filho de ex vereador é morto após confronto com a PM na região de Londrina .

Publicado

on

Ideval de Oliveira Júnior, de 36 anos, que já contava com passagens pela polícia, filho do ex vereador de Maringá, Capitão Ideval, foi morto na noite desta sexta-feira, (23/4) em Arapongas durante um confronto armado com policiais militares da equipe Rotam da 7ª CIA de Arapongas. Ideval estava em um veículo Toyota Corolla que havia sido roubado na noite do dia 21 deste mês em um bairro nobre (Gleba Palhano), da zona sul de Londrina.

Segundo a PM, o filho do ex vereador estava armado com um revólver calibre 38 e reagiu a uma abordagem durante um acompanhamento tático. Ele saía da rodovia PR 444 para acessar a PR 218 sentido a Astorga, quando colidiu em uma rotatória, em seguida desembarcou do carro com uma arma na mão e atirou contra os policiais que reagiram alvejando o suspeito que morreu na hora.

Antes disso, equipes da PM de Londrina e Cambé já haviam feito um acompanhamento durante a manhã desta sexta, mas perderam o carro de vista e um alerta foi emitido sobre este carro na região. Ideval estava com um MP em aberto por evasão do sistema prisional.

Capitão Ideval, pai do rapaz morto neste confronto, entrou para a reserva remunerada e sempre foi um policial militar exemplar. Após a aposentadoria, o capitão exerceu funções em alguns órgãos públicos do Estado e Município. Foi eleito vereador em Maringá, e fez um excelente trabalho na Câmara Municipal. Tudo que estava no seu alcance como pai, para tirar o filho do mundo do crime ele fez. Mas infelizmente, Juninho como era conhecido na região de Maringá, não seguiu os caminhos e não deu valor aos conselhos do pai que é muito querido na cidade, teve esse final.

Colaborou: Londrina News